26.10.09

Banana Tarte Tatin

OLYMPUS DIGITAL CAMERA          

Outro dia convidei dois amigos para vir aqui em casa para jogar conversa fora. E, claro, precisava fazer alguma coisa rápida e gostosa, pois chegariam em minutos...

Foi aí que tive a ideia de fazer a Banana Tarte Tatin. Na verdade é uma torta de banana ao estilo Tarte Tatin.

Tarte Tatin é uma famosa torta invertida de maçã, que prometo de falar dela outro dia.

O bom dessa torta é que ficou pronta muito rápido e é muito fácil de fazer.

Talvez a única coisa difícil de você achar é a massa folhada congelada. Geralmente você encontra em bons supermercados.

Uma dica na hora de comprar massa folhada aí no Brasil: Preste muita atenção nos ingredientes da massa. Tem muita massa congelada que é feita com gordura vegetal hidrogenada e é horrível (tanto para o paladar quanto para suas queridíssimas e estimadas artérias!). Prefira as que levam manteiga ou margarina.

Pra quem está aqui na Austrália, procure por "puff pastry" (massa folhada). Eu comprei a da marca Pampas, que por sinal é muito boa.

Bom, segue a receita:

Ingredientes:

- 250g de massa folhada congelada ou o suficiente para cobrar uma assadeira
- 5 bananas
- 2 xícaras de chá de açúcar
- 2 colheres de sopa de manteiga
- Canela em pó
- Raspas de meia casca de laranja

Modo de preparo:

Corte as bananas em rodelas ou em tiras finas.

Em uma assadeira,misture o açucar, manteiga, canela e as raspas de laranja e leve-os ao fogo, mexendo sempre até formar um caramelo. Tome muito cuidado para você nem o caramelo queimar.

Caso você perceba que etá queimando e que o caramelo não está no ponto, coloque ½ xícara de água. Novamente muito cuidado, pois a água em contato com o caramelo quente pode "pular".

Bom, caramelo feito, deslique o fogo e arrume por cima do caramelo as fatias/rodelas de banana.

Por último,cubra a ssadeira com as folhas de massa folhada descongelada (só deixar 10min fora da geladeira). Caso a massa que você comprou não venha em folhas, abra a massa com um rolo até ficar na espessura de aprox. 5mm (½ cm).

Leve ao forno médio-alto pré-aquecido por aproximadamente 35 minutos.

Após esse tempo, com a torta ainda quente, inverta a assadeira em uma bandeija, tomando cuidado para não se queimar (reparou que tô morrendo de medo de você se queimar fazendo essa torta?? haha).

Pronto. O recheio ficará por cima e a pectina da banana fará com que o caramelo fique cremoso.

É simples, rápido e o povo adora! 

Sirva sozinha ou com uma bola de sorvete de creme!

 

Labels: , , , ,

19.10.09

1000 coisas para comer antes de morrer

#0009 Bamboo Charcoal Roll

 OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Parece estranho?

O sabor é delicioso. Lembra o nosso pão francês, mas sem a casquinha crocante, e um sabor acentuado de manteiga. A parte de cima é salpicada com um pouco de alho e alguma erva não identificada.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA         Esse pão é feito com as cinzas de bambus que cresceram durante 4 anos.

É supostamente rico em vitamina C, ferro e fósforo, ajuda o sistema digestivo, libera as impurezas do corpo e desintoxica seu organismo.

Coisas da medicina chinesa...

Vale a experiência.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA          OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Labels:

13.10.09

O último pedaço do Nega Maluca

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Estava morrendo de saudades de fazer e comer bolo aqui em Sydney. No meu apartamento não tem batedeira, liquidificador ou fouet e o forno não me parecia familiar.

Eu sou mega desastrado com fornos estranhos... hehe

Mas eu estava precisando de um bolo urgente para matar minha vontade. Foi aí que o Niel do Panela de Cobre me deu a idéia de fazer o bolo Nega Maluca do Dadivosa.

Bati na colher de pau e ficou uma delícia.

Vou tomar a liberdade de postar a receita do bolo aqui no Bistrozinho. Se preferirem, podem acessar diretamente a receita da Dadivosa clicando aqui.

Ingredientes:

3 xícaras de trigo
2 xícaras de açúcar
1 xícara de chocolate em pó
3 ovos
1 xícara de óleo
1 xícara de água fervendo
3 colherinhas (de café) de fermento em pó

Modo de Preparo:

1. Unte uma forma com margarina e jogue um pouco de trigo por cima. Vá virando a forma para polvilhar o trigo por igual. Jogue fora o excesso.
2. Ligue o forno em fogo baixo para ir aquecendo enquanto você prepara a massa.
3. Em uma tigela misture os ingredientes secos: o trigo, o açúcar e o chocolate em pó. Misture bem para não ficar nenhuma pedrinha de açúcar ou chocolate. Se preferir, pode peneirar os ingredientes para a massa ficar mais levinha ainda.
4. Coloque uma xícara de água para ferver.
3. Bata os três ovos com um garfo, só para juntar a clara e a gema e misture aos ingredientes secos, em seguida misture o óleo. Use uma colher de pau nessa hora, pois a massa vai estar um pouco difícil de mexer.
4. Quando a água estiver fervendo coloque-a na massa com cuidado, mexendo bem devagar até que fique uma mistura homogênea.
5. Acrescente o fermento e mexa bem. Despeje a massa na forma e leve ao forno que já está aquecido. Aumente a temperatura do forno.
6. A massa leva em torno de 20 a 30 minutos para ficar pronta. Espete um palito e se ele sair sequinho pode tirá-la do forno.

Para a cobertura do bolo, fiz brigadeiro.

Receita expressa de Brigadeiro:
1 lata de leite condensado, 1 colher de manteiga sem sal e 6 de chocolate em pó. Leve ao fogo baixo numa panela, sempre mexendo até desgrudar do fundo!

Ficou um pouco diferente dos que eu fazia no Brasil. Talvez porque o leite condensado que comprei não era tão doce ou então o chocolate (Nesquick) era meio estranho.

Na próxima acerto!

Aliás, o bolo, que era para durar a semana inteira, acabou em 2 horas. O último pedaço é esse que vocês estão vendo. Meus flatmates adoraram!

E no dia seguinte, domingo, passei no Ikea e comprei um fouet lindo por AUD$ 5.99.

Vejo novos bolos a frente! :)

Labels: , , , , ,

Cores de Matisse

Ir ao supermercado aqui na Austrália é uma boa experiencia, pois as frutas tem um colorido lindo.

A mexirica (ou tangerina, ou bergamota ou sei lá o que) é de um laranja impressionante. Parece artificial.

O PDV preto ajuda a realçar as cores das frutas...

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Parece ou não parece artificial?

OLYMPUS DIGITAL CAMERA          

Detalhe para as bananas...

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Essa fruta parece um maracujá. É o Tamarillo. Por incrível que pareça, é nativo da América do Sul e também conhecido como "tomate francês". Bem gostoso e azedinho.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

E nosso famoso limão Thaiti... que na verdade é uma lima e não limão (sim, meus caros... Limão Thaiti não é limão. É uma lima! haha)

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Supermercado é sempre um bom programa para se fazer! :)

Labels: